Nossas organizações políticas se tornaram quadrilhas que visam exclusivamente acumular riquezas e se perpetuar no poder. Ao impotente eleitor, resta a triste missão de comparecer às urnas a cada dois anos para legitimar a permanência dessa caterva no poder.

No mês passado, ao julgar uma ação direta de inconstitucionalidade impetrada, o STF decidiu abriu uma janela de oportunidade para o Senado reverter o afastamento do tucano Aécio Neves, a vergonha nacional, criando o perigoso precedente que já trouxe de volta à vida pública, além dos 3 da ALERJ, deputados corruptos também no Rio Grande do Norte e no Mato Grosso.

É imperativo impedir que a caterva de políticos moralmente putrefatos continue impondo sua imoralidade à sociedade brasileira, como fez com o neto de Tancredo e quase conseguiu fazer com o trio calafrio fluminense a partir de uma discussão “legalista” que só interessa aos advogados que ganham rios de dinheiro defendendo as quadrilhas com mandato... CONTINUE LENDO EM http://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/11/cadeia-neles-e-lula-la.html