Devido à nova denúncia contra Temer, a reforma política deve ficar para as calendas. Aliás, nossos diligentes parlamentares só têm pressa na hora de se locupletar com dinheiro público. Ontem, o quórum necessário para a leitura da denúncia era de 51 parlamentares (10% dos 513 deputados), mas somente dois gatos pingados marcaram presença no plenário - um deles porque cumpre prisão domiciliar e é obrigado a ir à Câmara todos os dias. 

Já a votação da reforma política ― que é urgente, pois precisa ser aprovada até o início do mês que vem para valer já nas próximas eleições ― parece não despertar grande interesse nem mesmo nos principais interessados. Durante os debates desta semana, o deputado Misael Varella, do DEM de Minas Gerais, cochilou durante boa parte do tempo, e Vicente Arruda, do PDT cearense, dormiu de roncar (vide foto que ilustra esta postagem).

O Banco Central reduziu ainda mais a expectativa da inflação para este ano e para os seguintes. Segundo a FOLHA, as previsões são de 3,2% para 2017, 4,3% para 2018, 4,2% para 2019 e 4,1% para 2020.

Convenhamos: num cenário incerto como o atual, quando não se sabe sequer se o presidente vai durar mais um mês no cargo, fazer previsões complexas, como essas, para o médio e o longo prazo me parecem pura adivinhação (ou estratégia de marketing, pois repetir insistentemente que os preços estão caindo pode levar alguns segmentos do mercado a “seguir essa tendência”.

Mas uma coisa é certa: os “pilotos de prova de escrivaninha” do BC não vão à feira ou ao supermercado, nem passam perto de postos de gasolina (nas últimas semanas, o combustivel  sofreu altas consecutivas, que, somadas, elevaram o preço nas bombas em mais de 10%). É não devem ter nem uma vaga noção de quanto custa manter um plano de saúde: neste ano, algumas prestadoras praticaram aumentos superiores a 30%, sem falar que a mensalidade mais que dobra quando o infeliz segurado sopra sua 59ª velinha (as empresas aproveitam para meter o pé na jaca, pois não poderão proceder a novos reajustes “por mudança de faixa etária” quando o usuário completa 60 anos).