Depois de ser internado às pressas no hospital militar de Brasília ― onde os médicos constataram uma obstrução no sistema urinário do presidente e chamaram o superministro Gilmar Mendes, que concedeu um habeas corpus liberando a uretra presidencial ―, Temer recebeu alta e passou a respirar com a ajuda de 251 deputados e 12 bilhões de reais em emendas.

O vampiro do Planalto despachou normalmente na quinta e na sexta-feira, mas voltou a ser internado, desta vez no SUS, digo, no Sírio-Libanês, em São Paulo, para uma raspagem na próstata. Ele deve receber alta amanhã, mas seu sepultamento, digo, seu retorno a Brasília se dará somente na próxima quarta-feira, já que o índio de merda, digo, o presidente da Bolívia, Evo Morales, cancelou a visita que faria ao Brasil e o encontro que teria com Temer na véspera do Halloween.

Vade retro!

Continue lendo em http://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/10/temer-foi-internado-mas-continua.html